Válvula de segurança para caldeira

Quem trabalha com caldeiras sabe a importância de uma válvula de segurança, afinal, elas fazem toda a diferença para um processo protegido. As válvulas de segurança para caldeira possuem uma vedação especifica para vapor à alta pressão e temperatura. Elas, normalmente, possuem corpo em aço carbono e seus internos em aço inox, garantindo maior durabilidade do equipamento e confiabilidade na operação.

O seu dimensionamento deve ser feito com base na sua capacidade de produção, pressão operacional e pressão máxima admissível do vaso de pressão. Esses dados encontram, geralmente, na plaqueta da caldeira. Caso não estejam, devem ser obtidos por meio do seu livro, organizado e controlado pelo engenheiro responsável pela caldeira.

Normas para válvula de segurança para caldeira

Conforme a norma NR-13 para vasos de pressão e caldeiras, a inspeção dos mesmos, das válvulas de segurança e outros equipamentos, como pressostato e manômetro, devem ocorrer de maneira anual. Essa inspeção deve ser seguida por calibração das válvulas e outros equipamentos. E como resultado desse processo, devem ser entregues aos clientes todos certificados, ao livro da caldeira para possíveis vistorias por parte do Ministério do Trabalho e outros. O não cumprimento da norma pode acarretar em severas multas ao usuário da caldeira, além da interdição da planta se verificado risco operacional às pessoas e ao patrimônio.

Os acidentes com caldeiras, infelizmente, são mais comuns do que gostaríamos. Entretanto, poderiam ser evitados facilmente mantendo esse equipamento em bom estado e com certificação periódica. Na cidade de Taquara – RS, há pouco mais de um ano, um acidente com uma caldeira geradora de vapor deixou 2 mortos e 4 pessoas feridas, além de todo prejuízo material na sala de máquinas e estrutura da empresa. Lamentavelmente, inúmeros casos como esse são recorrentes e poderiam ser evitados por medidas simples e cautelares.

É importante ressaltar que, independentemente, do modelo da válvula, material de construção, pressão de abertura, vazão ou outros dados, deve-se observar SEMPRE a certificação. Nunca deve ser aceita uma que não é dada por um engenheiro responsável, pois ela não é aceita perante os órgãos responsáveis e, em caso de problemas, não apresentará utilidade alguma, além, é claro, do risco aos trabalhadores e patrimônio.

Qualidade dos materiais

Além da certificação, a qualidade dos materiais de fabricação da válvula de segurança para caldeira é indispensável para assegurar sua eficácia. São muitas válvulas disponíveis no mercado, porém algumas delas não são aplicáveis em caldeiras e equipamentos de grande porte, mesmo sendo vendidas para tal. Cabe sempre verificar com engenheiro responsável quais são as diferenças entre as opções orçadas e quais realmente entregam o que é necessário para a aplicação.

A Vaportec distribui, calibra e certifica válvulas de segurança desde 1995, atendendo o mercado com produtos de qualidade comprovada, com certificação inclusa e acompanhamento junto ao usuário. Em nosso portfólio possuímos diversas válvulas de segurança, para uso em caldeiras. Entre elas, contamos com o modelo VS-40. Essa válvula é robusta, com corpo em aço carbono, internos em inox e sistema de vedação fabricado para uso em vapor. É possível conseguir à pronta-entrega modelos ½” até 3”. Além disso, possuindo projetos especiais, há a disponibilidade de válvulas com saídas de até 6” e 8”.

Por sua vez, linha de válvulas de segurança em aço inox é mais amplamente utilizada em autoclaves e equipamentos de inox. Seu tamanho físico inferior e design moderno facilitam seu uso. Porém, por estar normatizada conforme a ASME 8, ela também é apta para uso em em caldeiras. A válvula VS-1200 é total inox, incluindo alavanca e periféricos, e pode ser encontrada de ½” a 2” como bitolas usuais à pronta-entrega.

Ficou com alguma dúvida ou se interessou pelo produto? Entre em contato por meio de nosso telefone (54) 3208-8746, pelo Whatsapp (54) 99977-1727 ou pelo e-mail felipe@vaportec.com.br.