Resfriamento de injetoras de plástico

Quem trabalha na indústria plástica com certeza sabe a importância de uma injetora. É ela, por meio a injeção de polímeros, a responsável por produzir as peças em moldes pré-fabricados. Dessa forma, a injetora de plástico é o meio que detém a força para estimular os mecanismos do molde. Isso resulta na matéria-prima no formato e tamanho desejados. Além disso, ela também ativa os componentes elétricos, hidráulicos e pneumáticos do molde, convertendo o polímero de um estado sólido para um ponto específico, por meio de altas temperaturas e, em seguida, o resfriamento.

Cada ciclo demanda o fechamento do molde, injeção, recalque, resfriamento da peça já pronta, abertura e extração. Geralmente, num intervalo de mais ou menos 20 segundos. A injeção de cada peça varia entre 3 ou 5 milésimos de segundo, considerado a operação mais curta dentro do ciclo de injeção. Para que tudo saia conforme o esperado, a injeção do plástico precisa ser rápida para evitar resfriamentos inadequados. Inclusive, essa é uma das etapas mais essenciais para um resultado eficiente.

Portanto, entender técnicas e equipamentos básicos para o sistema de resfriamento de injetoras de plástico é fundamental. Isso resulta na redução do custo da peça produzida, além de uma qualidade superior.

Resfriamento de injetoras de plástico por meio de trocadores de calor

O processo de refrigeração do molde de injeção tem como finalidade diminuir de forma homogênea, rápida e constante a temperatura da peça moldada até que atinja seu estado sólido. A velocidade de refrigeração, ou seja, da troca de calor do molde, é um fator decisivo no desempenho da planta. Por isso, o uso de equipamentos adequados e de qualidade é essencial.

A torre de resfriamento é um dos métodos mais tradicionais para resfriamento, pois serve para resfriar óleo hidráulico das injetoras. Dessa forma, sem a torre não é possível utilizar a injetoras por muito tempo, pois a temperatura do fluido irá subir. Para tornar o processo ainda mais eficiente, o uso de trocadores de calor é muito indicado. Pois, assim, a torre de resfriamento reduz a temperatura da água para substituir calor por meio dos trocadores que, por sua vez, enviam o óleo.

A dinamarquesa Danfoss oferece uma ampla gama de trocadores de calor em sistema modular, baseado em plataforma com componentes de alta qualidade. Além disso, eles são compactos e ocupam pouco espaço. Entre todas as vantagens que eles podem oferecer aos seus processos, destacam-se os baixos custos operacionais e altíssimo desempenho. Eles são ideais para sistemas que apresentam grandes variações de temperatura, e pressão constante ou variável, como as injetoras.

A Vaportec é distribuidora autorizada Danfoss e possui uma linha completa de trocadores de calor para os mais diversos fins. Entre em contato através do e-mail felipe@vaportec.com.br ou pelo número (54) 3028-8746.


Você gosta do nosso blog? Então deixe sua sugestão sobre conteúdos que você gostaria de ler aqui: https://forms.gle/sYkCSNRQzE7mXd1W7.